top of page

O aconchego

Geralmente, quando pensamos em sensações aconchegantes, o calor é um estímulo que costuma aparecer como um bom exemplo. Não apenas o calor do sol na nossa pele em um dia frio, mas também o toque quente de materiais como tecidos, madeiras e outros que um dia foram plantas enraizadas no solo. Essa sensação calorosa, além da percepção sensorial, está também relacionada à uma conexão com a natureza e o planeta, como se tudo e todos que existem compartilhassem esse ancestral comum que é a Terra.

Entretanto existem algumas limitações para a materialidade e a água é certamente uma delas. Talvez seja um dos elementos mais difíceis de lidar pois ela consegue passar pelas mínimas frestas e se infiltrar com uma rapidez única, sendo assim, costumamos deixar a madeira, os tecidos e demais elementos quentes de fora quando estamos em um lugar molhado como um banheiro.

Em um lugar onde estamos completamente despidos certamente a frieza de alguns materiais pode ser uma questão a se lidar. Entretanto, temos a sorte de perceber o mundo ao nosso redor com os cinco sentidos e tanto o visual, quanto os aromas e sons e até mesmo as texturas podem nos proporcionar aconchego caloroso que buscamos. Um banho com seixos massageando nossos pés como se estivéssemos em um lago, a textura amadeirada de uma placa cerâmica que remete à quentura da madeira, a iluminação indireta e até mesmo as toalhas e tapetes que completam esse cenário são capazes propor novas formas se aconchegar.

E se pensar que o banheiro é um dos primeiros lugares que vamos após despertar, onde começamos a lavar o rosto para acordar e damos o pontapé inicial no nosso dia, ao mesmo tempo que é o último lugar que vamos para tomar um banho e relaxar antes de nos deitarmos, é importante que seja um espaço pra lá de aconchegante. Mesmo que cheio de pedras, louças e metais frios são as nossas marcas de uso que trazem quentura para o espaço, seja com uma penteadeira cheia de maquiagens, plantas decorativas, produtos de skin care ou toalhas macias penduradas. Afinal de contas, onde existe vida existe aconchego.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A varanda

Os tecidos

A bagunça

Yorumlar


bottom of page